De caso pensado

Em vídeo, o secretário nacional de cultura Roberto Alvim citou trechos inteiros de um discurso de Josefh Goebbels, ministro da propaganda de Hitler. Não apenas isso: ele monta todo o cenário de forma idêntica ao que era utilizado nos tempos do nazismo. Ao fundo, toca Richard Wagner, compositor predileto de Hitler. É algo bizarro, mas …