A polícia federal encontra mais uma tonelada de cocaína no porto de Natal

O assunto já é motivo de chacota. Na última segunda feira (13), foram encontradas uma tonelada de cocaína entre um carregamento de mangas. Ninguém foi preso.

O porto segue sem scanner de averiguação das cargas, instrumento tido como fundamental para esse tipo de operação. A companhia das docas, órgão responsável pelo Porto, alegou em nota que medidas de segurança foram tomadas.

Nota à imprensa

A Polícia Federal (PF) realizou uma apreensão de drogas, nesta segunda-feira (13), no Porto de Natal, o que demonstra a eficiência da própria PF em cooperação com a Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN). Ressalta-se que o entorpecente foi detectado acondicionado no container, levando a crer que não foi inserido dentro da área portuária.

Além da PF, a CODERN facilita a operação integrada com a Receita Federal, Anvisa, Capitania dos Portos e Ministério da Agricultura.

Entre os focos da Diretoria da CODERN, está uma série de aprimoramentos na segurança do Porto de Natal de forma a recuperar a certificação do Código Internacional para Proteção de Navios e Instalações Portuárias (ISPS CODE) e obtenção de um scanner.

Companhia Docas do Rio Grande do Norte

Deixe uma resposta