A quem interessa manter a mobilidade urbana de Natal no marasmo?

É possível ler nos jornais: a licitação do transporte público de Natal foi mais uma vez adiada. A cidade cresceu e as linhas estão completamente ultrapassadas. Os ônibus hoje circulam a partir de uma gambiarra jurídica.

A administração da mobilidade de Natal já é a mesma há mais de uma década. Nesse tempo, ficamos para trás.

A mesmice é a regra. As calçadas nunca foram normalizadas como prometido desde a copa de 2014, a busca desenfreada para multar segue e decisões non sense como a do sinal numa Br são rotineiras.

A quem interessa manter esse estado de coisas? A quem a atual administração de mobilidade urbana de Natal agrada?

Deixe uma resposta