Álvaro Dias faz convocação extraordinária da Câmara para utilizar recursos da cessão onerosa no abatimento do déficit da previdência municipal

O prefeito Álvaro Dias convocou extraordinariamente a câmara municipal do Natal. Motivo: aprovar a destinação de recursos extras não previstos da cessão onerosa.

Não se sabe ao certo se ele descobriu somente agora que precisava fazer a aprovação via legislativo ou se a convocação no apagar das luzes do ano foi estratégia. O modesto blogueiro por trás da tela não acredita em ingenuidade na política.

Duas observações. Estranhamente, ninguém fala agora em pedalada fiscal contra o prefeito Álvaro Dias, como fizeram contra o governo do estado que envio projeto semelhante não tem um mês.

De fato não é uma pedalada. O executivo precisa dessa segurança jurídica e política. Mas quem vociferou isso em âmbito estadual, por qual razão não fala contra o município? O pau que alcança Chico não chega em Francisco?

Por último, e algo mais grave: quando debateremos a respeito da previdência municipal da principal cidade do RN? O defícit está escancarado e segue canalizando recursos públicos.

Deixe uma resposta