Análise do cenário eleitoral de 2018 baseada em dinheiro levará a erro novamente

Escuto análises em grupos e rodas de política e penso que algumas pessoas pararam no tempo. Isto porque está ainda em voga em Natal a figura do avaliador do cenário eleitoral que funciona meio como um contador financeiro dos candidatos.

Tipo: fulano está com dinheiro. Vem forte. Ou: cicrano está mal, mas vai comprar os prefeitos e virar o jogo.

Penso que tais analistas não se deram conta do que ocorreu em 2014 e o que pode acontecer em 2018.

Quem estiver apostando em ganhar na base do dinheiro, ou “estrutura, como gostam de falar, tenderá novamente a quebrar a cara.

Sim, recurso financeiro ajuda bastante. Só que há uma nova legislação em prática e, principalmente, o eleitor norteriograndense já deixou escancarado na última eleição estadual que não será detalhe. Se a candidatura não vier com uma proposta muito consistente e bem amarrada, dinheiro não irá resolver. Com os riscos jurídicos embutidos.

Deixe uma resposta