Anúncio de suspensão dos investimentos pelo Grupo Vicunha no município do Natal é preocupante e pode levar a um efeito cascata

A suspensão de investimentos anunciada pelo Grupo Vicunha na cidade do Natal, em decorrência da liminar concedida pela justiça sustando os efeitos do Programa de Estímulo Industrial do RN (PROEDI) na capital, é bastante preocupante.

Não apenas porque estamos falando em cerca de 5 mil empregos ameaçados. O que já seria suficiente para o sinal de alerta. Mas pela geração de insegurança jurídica em torno de um programa que nos equiparou com outros estados no âmbito da política fiscal. Sem o proedi, as empresas migrarão de vez para os entes vizinhos.

A segurança jurídica precisa ser urgentemente restaurada. Investimentos precisam de solidez e previbilidade no campo da regulação dos negócios.

Deixe um Comentário