Assembleia do RN teria ato de grandeza se não entrasse de férias para construir uma agenda em favor da superação da crise 

A crise no RN é ímpar. Não é necessário chover no molhado. A situação ficará insustentável, caso a ajuda federal não venha.

Porém, ainda que chegue até às terras de Poti, será questão de tempo para o problema retornar, caso uma agenda de reformas não seja aprovada.

Os deputados estaduais do RN dariam uma grande contribuição, se saíssem do recesso parlamentar para, junto com o executivo, produzir vias em prol da superação da crise.

É verdade que trabalharam o ano inteiro e acabaram de aprovar o orçamento para o exercício fiscal de 2018. Mas o RN não pode esperar até depois do carnaval.

Urge aprovar uma convocação extraordinária de Assembleia. Provavelmente, o ato contaria com a simpatia da sociedade potiguar.

Deixe um Comentário