Com o antipetismo no horizonte, o PT terá de rever sua estratégia para 2020 em Natal

O solidariedade e o PSL, que era até pouco tempo o partido de Bolsonaro, anunciaram que caminharão juntos em 2020 no RN.

Kelps Lima, pré-candidato em Natal, já colocou no cinto de utilidades o antipetismo como arma. Em recentes entrevistas à imprensa, bateu mais na governadora Fátima do que no prefeito de Natal, Álvaro Dias, que buscará a reeleição.

Se o PT não tinha perspectiva clara em Natal, terá de pontuar o fato de que, para defender sua governadora, não poderá permitir que Fátima vire um espantalho no pleito. Do contrário, sem anteparo, o governo virará cavalo de batalha.

Deixe uma resposta