Como será pago o aumento de policiais e bombeiros do RN

Está na tribuna do norte de hoje. O aumento da polícia militar custará, até 2022, 623 milhões de reais.

Há muita gente se perguntando sobre como será possível o Estado arcar com a elevação da folha.

Na verdade, o problema se encontra na visão de que o orçamento do Estado é igual ao de uma casa. A aparência é de equivalência, mas na prática não tem nenhuma relação.

Sugestão para o devido raciocínio. Como a elevação ocorrerá de forma escalonada até 2022, é imprescindível acrescentar a perspectiva de crescimento de arrecadação nos próximos anos e a própria desvalorização salarial em torno de 5% da inflação a cada ano.

Apenas após essas duas contas é possível chegar ao impacto real da elevação. Na prática, me contou uma fonte governamental, quando inseridos esses dois aspectos (elevação da arrecadação e defasagem do salário pelos próximos anos em parte engolido pela inflação), trata-se de mera reposição com um impacto menor do que o imaginado pela aparente substância do número.

Deixe um Comentário