Corte do MEC retira 73 milhões das universidades e institutos federais

O corte mexe no custeio e pode inviabilizar áreas essenciais de funcionamento do IFRN, UFRN e UFERSA e cancelar despesas programadas.

A UFRN perderá 34 milhões, a UFERSA 12 milhões e o IFRN cerca de 26 milhões de reais.

 

Deixe uma resposta