Deputados retiram da LDO diretriz que regulamenta a devolução das sobras orçamentárias para o caixa único do tesouro

O relatório de José Dias sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias, que valerá para os próximos quatro anos, foi aprovado por maioria de votos na comissão de finanças da assembleia composta por sete deputados estaduais.

Em sua peça, Dias retira diretriz do governo para que as sobras orçamentárias dos poderes (TJ, TCE, MP, Defensoria e a prórpria Assembleia) sejam devolvidas ao caixa único do tesouro.

Enquanto os servidores estão com três folhas abertas, os poderes têm em caixa cerca de 150 milhões de reais. A manutenção dessa poupança é uma excrescência potiguar.

O governo tentará reverter esta medida no plenário da casa.

Deixe uma resposta