Ezequiel tem razão; Sandro Pimentel errado

O direito de protestar é legítimo. Só que não pode servir de subterfúgio para impeder que uma casa política funcione. Porém, foi assim que ocorreu na última sexta feira (8) na assembleia legislativa do RN.

No presente caso, as movimentações sindicais eram contra a homenagem concedida pelo deputado estadual, Gustavo Carvalho (PSDB), ao secretário da previdência Rogério Marinho. Os sindicalistas tentaram fechar a entrada e a saída do legislativo potiguar. Com isso, o ato perdeu seu caráter democrático.

Ora, ninguém é obrigado a gostar de Rogério Marinho e de suas atividades como político. Ele é homem público e sabe disso. No entanto, Gustavo Carvalho representa uma parcela do eleitorado do RN e agiu dentro de suas prerrogativas. O legislativo é a casa da pluralidade, da existência de forças de esquerda, direita e centro. Ganhar no grito – ou não força – não vale.

PEGOU MAL…

…Entre os deputados a participação de apoio do deputado estadual, Sandro Pimentel (PSOL), no fechamento da entrada e saída da casa.

O presidente da assembleia, Ezequiel Ferreira, disse que não mais admitirá incursão semelhante. E ele está certo. Protesto violento não pode ser aceito. E deputado agir em favor deles é desrespeito que qualquer parlamentar deve ter pelo cargo.

Deixe uma resposta