Fritando Pazuello para salvar quem manda nele

O ministro da saúde Eduardo Pazuello sairá como grande culpado por tudo que ocorre na pandemia e no processo de vacinação no Brasil. A operação já está em campo e é capinaneada pelos próprios aliados do presidente Jair Bolsonaro, também de olho na pasta.

O ataque à Pazuello, que claro que serviu de bucha de canhão, é uma forma de livrar quem manda nele. Apenas para ficar em um exemplo: não foi o general quem cerceou a compra de 46 milhões de doses da coronavac, para não fortalecer o governador de São Paulo João Doria, foi o seu mandatário. O ministro chegou a acertar a compra com Doria, mas foi impedido por JAir Bolsonaro, que não cansou de malhar a vacina chinesa, que agora diz que é de seu governo.

Pazuello já está entulhado de processos abertos pela procuradoria geral da república, pelo supremo tribunal federal e pelo tribunal de contas da união.

Deixe uma resposta