Gigantesco rombo previdenciário no RN clama por celeridade na avaliação de projetos pela Assembleia

O rombo previdenciário estadual foi de 2,1 bilhões em 2017. Em cinco anos, disse o secretário de planejamento Gustavo Nogueira ao jornal Tribuna do Norte, será de 2,58 bilhões caso nada seja feito.

Dos 51 mil aposentados hoje no RN, apenas 8 mil contribuem com o regime próprio da previdência. A situação não poderia ser pior.

O RN tem a quadro mais deletério na relação entre ativos X inativos. Praticamente uma correlação de 1 para 1. Os funcionários ativos são velhos e já já entrarão também nessa conta.

O que está faltando para Assembleia enfrentar este terrível problema com capacidade de inviabilizar o RN? Não ter mais jeito?

Os projetos estão lá esperando apreciação. Outros estados já aumentaram suas alíquotas previdenciárias.

A situação pede um pouco de sensibilidade e responsabilidade.

Deixe uma resposta