Glauber Braga também é sintoma da “nova política” que grita e escandaliza

Com o bombardeamento dos eleitores pelas mais variadas notícias nas redes sociais, nas rádios, na tv, eles acabam criando uma espécie de alheamento ativo. A informação fria e equilibrada não desperta o interesse das pessoas. No atual contexto, aparece quem grita, quem escandaliza, pois tira o agente de sua atitude blasé. Os políticos se adequam a essa realidade, que, do meu modesto ponto de vista, não é nada salutar.

A estratégia que está sendo criticada aqui não tem ideologia. Basta ver o modo como vem se colocando o deputado federal do PSOL Glauber Braga do Rio de Janeiro. Na ida do ministro Sérgio Moro à Câmara, Braga pediu a palavra e o chamou de ladrão. Criticado e ameaçado de processo por parlamentares governistas, foi ao plenário e repetiu, aos berros, que Sérgio Moro é um juiz ladrão. Sinal dos tempos.

Deixe uma resposta