Grupo dentro do PT pressiona Fatima a não disputar o pleito de 2018

Grupo dentro do PT pressiona Fatima a não disputar o pleito de 2018

Cresce dentro do PT um movimento para que Fátima Bezerra não dispute o governo do RN. Conforme o índio poti teve acesso, a senadora tem sido aconselhada dentro do seu próprio gabinete a trabalhar no processo eleitoral de 2018, mas sem se candidatar ao governo.

Caso se lance, Fátima teria vários pontos cegos a enfrentar. Ela precisaria, primeiro, de recursos financeiros. Diante das incertezas de 2018 este seria o problema inicial, mas não o último. Ela teria, depois, de procurar as forças políticas que ela vem chamando de golpistas, por terem apoiado o impeachment da presidente Dilma Rousseff. Não se ganha uma eleição e muito menos Fátima conseguiria governar sem essas forças.

A desafio não acaba aí. Se eleita, seria responsável por empreender um dos ajustes fiscais mais duros da história do RN. Na oposição tudo é fácil, mas os seus assessores têm consciência de que o déficit fiscal é enorme hoje no elefante e precisará ser enfrentado a partir de 2019.

Seus assessores têm defendido que ela atue em três frentes: ajude na eleição de um senador, recupere a vaga de deputado federal do PT e tente eleger dois ou até três deputados estaduais.

Deixe uma resposta