Intervenção: Michel Temer venceu a primeira batalha, mas dificilmente vencerá a guerra

Desgastado, o presidente Michel Temer ingressou em um difícil processo de intervenção militar na segurança pública do Rio de Janeiro. A medida conta com o apoio da população e, apesar das críticas de alguns formadores de opinião, o noticiário lhe foi francamente favorável.

O primeiro momento foi bom para Temer. A questão é que dificilmente vencerá a guerra. Temer terá de retirar as forças armadas do RJ com situação que justifique a ele comemorar. Dada a complexidade do tema, não será nada fácil.

Bolsonaro e o PT, cada um dentro de pontos de vista específicos, apostaram no fracasso da empreitada. Reprovaram a incursão temista.

Deixe uma resposta