Jornalismo caça-click

Foi noticiado ontem (29) que um novo vírus sugiu entre porcos na China. Falou-se em potencial pandêmico. Diversos especialistas vieram ao twitter para mostrar que isto é mais comum do que a gente imagina e, por enquanto, não há qualquer perigo, mas apenas a necessidade de monitoramento.

Ora, é o problema das redes sociais: o jornalismo caça-click. Como o acesso à publicidade depende da maior quantidade de entrada de pessoas num portal, os assuntos são trazidos de forma não ponderada para atrair atenção.

O desafio da participação na esfera pública não é mais o de se manter pura e simplesmente bem informado. Mas, no meio de todo esse turbilhão, escolher boas fontes, ou seja, saber com o que gastar o nosso precioso e limitado tempo.

Deixe uma resposta