Lava-Jato: Gilmar Mendes mandar soltar homem acusado de ser um dos operadores do PMDB

O ministro Gilmar Mendes concedeu há pouco um habeas corpus para Milton Lyra, apontado pela PF como operador do PMDB, hoje chamado apenas por MDB.

Lyra estava preso desde abril, quando foi deflagrada a Operação Rizoma.

O lobista foi denunciado hoje pela Lava-Jato no Rio de Janeiro, com outros 14 nomes envolvidos na Operação Rizoma. Entre eles, Wagner Pinheiro, o ex-presidente dos Correios no governo Dilma; e João Vaccari, ex-tesoureiro do PT.

Lauro Jardim / O Globo

Deixe uma resposta