Liberdade de expressão?

Até o presente momento, conforme publicado pela imprensa nacional, foram identificados 416 vídeos no instagram e no facebook que associam o youtuber, Felipe Neto, às práticas de pedofilia.

Montagens grosseiras e com conteúdo falso, Neto tem conseguido, na justiça, derrubar o conteúdo. Porém, em ação articulada, eles retornam por perfis anônimos.

Felipe Neto é tido como a segunda pessoa mais influente das redes sociais no país, perdendo apenas para o presidente Jair Bolsonaro. Crítico contundente do governo, ele virou alvo da milícia digital bolsonarista.

É esta liberdade de expressão que a extrema direita quer preservar?

Deixe uma resposta