Miliciano Adriano da Nobrega já operou um milagre

O miliciano foragido Adriano da Nobrega, morto em operação conjunto entre as polícias da Bahia e do Rio de Janeiro, já produziu um milagre, conforme o colunista do Globo Bernardo Melo Franco.

Ele fez a família Bolsonaro – Bolsonáro! – defender os direitos humanos e a presunção de inocência.

Adriano fazia parte, de acordo com o MP, do esquema de rachadinha no gabinete do então deputado estadual pelo Rio de Janeiro, Flávio Bolsonaro, e estava foragido por possível envolvimento no assassinato de Marielle Franco.

Ele foi homenageado por Jair e Flavio Bolsonaro, que também defenderam a atuação das milícias do RJ.

Deixe uma resposta