Ministro da educação começa a balançar no cargo

Vélez Rodriguez, indicado pelo guru do Bolsonarismo para o ministério da educação, disse que não pretende sair do cargo. Mas a sua situação começa a ganhar uma condição insustentável.

Recuos intermináveis em políticas importantes, demissões, vexames em declarações diárias.

Hoje, Bolsonarismo afirmou: é, de fato as coisas não vão muito bem no MEC. Ele está por um fio.

Deixe uma resposta