Não subestimemos Bolsonaro mais uma vez

Não sei vocês, caros leitores, mas fiquei preocupado com a ideia publicada pela imprensa de que, conforme o PT, Jair Bolsonaro pode ser facilmente derrotado em 2022. Segundo a tese petista, seria mais difícil combater um candidato de centro pela sua suposta capacidade de aglutinar maiores forças políticas. Penso que trata-se de um erro.

Em apenas um ano de governo, Bolsonaro aparelhou o conselho do COAF, tornou a procuradoria geral um anexo da advocacia da união e a polícia federal anda de mãos dadas com o que quer seu ministro da justiça, o ex-juiz e agora soldado bolsonarista Sérgio Moro. No meio ambiente, na cultura e na educação o desmantelo das políticas públicas é método de gestão.

O que Bolsonaro seria capaz de fazer caso consiga uma reeleição? Do ponto de vista político, se tiver a oportunidade, fechará ainda mais o sistema. É algo extremamente perigoso e não podemos brincar com isso.

É fato que a economia se recupera e a possível popularidade que virá em torno disso será utilizada pelo atual presidente para atacar as instituições. Alguém duvida?

Bolsonaro foi subestimado uma vez. Não é possível abrir brecha para o azar por outra oportunidade.

Deixe uma resposta