Natal divulga relatório epidemiológico da Síndrome Respiratória Aguda Grave

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), divulgou, nesta segunda-feira (30), o relatório epidemiológico sobre a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Em relação ao mesmo período do ano passado, 2018 apresentou redução no número de casos.

Entre as semanas 01 a 17 do ano de 2018, foram registradas 25 notificações de casos suspeitos de SRAG, sendo três com vírus Influenza, quatro para outros vírus respiratórios, nove SRAG não especificada e nove em investigação. Em 2017, nesse mesmo período, foram sete por influenza, 20 SRAG não especificadas e 10 por outros vírus.

A SMS ainda registrou em 2018 dois óbitos suspeitos, sendo um por SRAG não especificada e outro em investigação. O número é semelhante ao ano passado (três óbitos) e bem inferior a 2016 (12 óbitos).

A vigilância universal da Síndrome Respiratória Aguda Grave monitora os casos hospitalizados e óbitos com o objetivo de identificar o comportamento da influenza no país para orientar na tomada de decisão em situações que requeiram novos posicionamentos do Ministério da Saúde e Secretarias de Saúde Estaduais e Municipais.

Dados da Campanha de Vacinação Contra Influenza em Natal

Iniciada em 23 de abril, a Campanha Nacional de Vacinação Contra Influenza já imunizou mais de 17 mil pessoas em Natal (dados até o dia 27 de abril), com os maiores registros sendo para idosos (9.711), portadores de doenças crônicas não transmissíveis (2.498) e crianças (2.321). Ainda fazem parte do grupo prioritário: gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, indígenas, professores, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

A campanha segue até o dia 1° de junho, em todas as unidades de saúde do município.

 

Deixe uma resposta