03/18/2017
Max Weber e a difícil prisão de emitir opinião cotidianamente
Daniel Menezes Daniel Menezes

O sociólogoMax Weber alegou, ainda no início do século XX, que, em certo sentido, a vida do cronista diário - ele se referia ao jornalista - tem uma complicação distinta daquela vivida pelo cientista. Ele se vê acorrentado a situação, tendo que escrever cotidianamente com tempo exíguo. Porém, no curto espaço das possibilidades de realização do próprio acontecimento, não pode falar besteira. Weber via na tarefa algo extremamente difícil.

Com as redes sociais, acredito, essa lógica se tornou ainda mais brutal. Você tem de escrever no exato momento dos fatos. Algumas horas tornam você um dinossauro, retirando-lhe os preciosos cliques que manterão o seu blog/portal.

Além disso, você não pode escrever muito. As pessoas simplesmente não lêem. Certo tempo atrás meu blog saiu do ar. Ainda assim, as pessoas compartilhavam como se tivessem lido as postagens. A maioria, suspeito, não passa do título na rede social e compartilha aquilo que forma sua identidade perante os seus seguidores. A profusão de informação gerou pessoas relacionalmente desinformadas.


  • Publicado por
  • Daniel Menezes



DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentar com Facebook