Nomeação de Temer como representante brasileiro e busca por nova “bolsa família” por Bolsonaro representam nova fase do governo

O presidente Jair Bolsonaro enviará o ex-presidente Michel Temer (PMDB) como representante brasileiro da comitiva, que irá ajudar o Líbano diante da tragégia da explosão no porto de Beirtute. Mais uma sinalização clara de que Bolsonaro se aproxima do chamado centrão no congresso nacional e do sistema político. Temer está emaranhando em diversos casos de corrupção.

Apesar da capa antissistema, Bolsonaro faz dois percursos novos. A busca pela captura da base petista, com o incremento do auxílio emergencial e a possibilidade de transformá-lo em um novo bolsa família mais vultoso. E, por outro caminho, coopta partidos com representatividade no congresso.

Deixe uma resposta