Nova política: Bolsonaro quer mandar integralmente no PSL ou vai embora

Deu no Estadão. O presidente Jair Bolsonaro investe contra o seu próprio partido, o PSL, porque não manda completamente nele.

Os ataques ao presidente do partido, Luciano Bivar, e a própria sigla são motivados pelo fato de Bolsonaro e seus filhos se ressentirem por não controlarem os palanques regionais, diante do novo ciclo eleitoral que se aproxima.

Já se ventila também pela imprensa a possibilidade da família Bolsonaro migrar para uma nova sigla – a UDN – em processo de criação, ou para o Patriotas.

Do blog: de repente, ele vai chamar tal comportamento de nova política também.

Deixe uma resposta