O engodo contra os cargos em comissão

Os cargos em comissão representam 0,4% da folha federal e 3 em cada 4 são servidores de carreira que ocupam posição de chefia e não podem ser demitidos. No máximo, perderão a prerrogativa da função, mas não o emprego. Os dados foram publicados pelo Estadão.

No RN eles representam 0,5% da folha. Dizer que vai acabar com qualquer crise, cortando cargos em comissão é um engodo gigantesco, mas que encontra aderência na sociedade.

Não se trata de defesa do grupo. Além de serem o núcleo da equipe que carrega o governo que entra nas costas, os comissionados são um bode na sala. Do ponto de vista factual, o peso fiscal que eles representam é nulo.

Deixe uma resposta