O Estado do RN é das corporações

O Estado do RN é das corporações

Uma pessoa experiente me disse: enquanto não enfrentarmos os grupos corporativos (delegados, judiciário, MP, TC, médicos, etc) não terá mágica que dê jeito em Poti.

Os seus representantes vão para mesa de negociação brigar por salário e, caso não sejam atendidos, saem nas ruas, alegando falta de condições de trabalho.

Deixe uma resposta