O locaute dos caminhoneiros e o perigo para agenda Paulo Guedes

O locaute – me recuso a chamar de greve – dos caminhoneiros é inaceitável. A forma como as lideranças do “movimento” vem se dirigindo contra o governo Bolsonaro também. Sendo situação ou oposição, é fato que ameaça de locaute é inconcebível.

Com os números ruins das pesquisas, esperava que Bolsonaro partiria para o populismo econômico lá pelo segundo ano de governo. Errei. Já enveredou pela trilha com 4 meses. Se sua avaliação permanecer ruim o Paulo Guedes voará rapidinho.

Diante das ameaças dos caminhoneiros, Bolsonaro liberará crédito de financiamento de até 100% pela caixa para a compra de caminhões. O presidente também já segurou a elevação do diesel.

Deixe uma resposta