O MPF não é sociedade e não foi eleito para controlar dinheiro público

O MPF recuperou, através de acordo com multas perdoadas em tribunais americanos, cerca de 2,5 bilhões.

Viva. Grande ação. O problema é que o ministério público quer criar uma fundação privada com esse dinheiro e utilizar no combate à corrupção.

Ora, o fim pode até ser nobre, mas isto é ilegal. O MP não foi eleito para nada. Por isso, não pode deliberar sobre dinheiro público. O Brasil tem orçamento e pessoas legitimadas para tanto.

Vale lembrar também que a “lava jato” não existe. O que é uma instituição estatal chamada MPF e ela é um braço do Estado. Não é sociedade.

Deixe uma resposta