Ônibus e desabastecimento da Ceasa, algumas consequências da greve dos caminhoneiros

Em Natal, assim como em outras cidades do país, a frota de transporte público será reduzida. Motivo: ação de racionamento em face da diminuição de combustível no mercado.

A companhia de abastecimento de alimentos do RN, a Ceasa, também enfrenta problema de escassez de produtos por razões semelhantes.

Caminhões parados, produção sem ser escoada.

É provável que o fim de semana seja sem as tradicionais feiras livres.

Deixe uma resposta