Pelo direito ao debate de questões concretas no RN

PELO DIREITO AO DEBATE DE QUESTÕES CONCRETAS NO RN

Ninguém fala nada com nada e já estamos em Maio de 2018. A eleição se avizinha.

No RN a coisa funciona assim. Os caras não se preparam e jogam o “discurso” para o “marketing” produzir.

Pois bem, há uma questão concreta. O TCE mandou o governo incluir na conta de gastos com pessoal o déficit previdenciário. O governo recorre da decisão.

Se isto não se reverter, o que os pré-candidatos pensam sobre o assunto?

Hoje, já estamos acima do limite permitido pela lei de responsabilidade fiscal.

Deixe um Comentário