Pelo fim da prática do escracho

PELO FIM DA PRÁTICA DO ESCRACHO
Evito ao máximo falar de aspectos morais, digamos assim. Tento me restringir às questões de poder. Mas tem hora que não é possível.
O ministro da educação Abraham Weintraub foi alvo de protestos ontem (23) no Pará enquanto jantava com a família.
É a famosa prática do escracho, que se encontra bem democratizada entre as militâncias à esquerda e à direita.
É um sinal dos tempos radicalizados. O homem público deveria ser separado da sua vida privada. Pura alopração boçal esse tipo de atitude.
Nada justifica atacar políticos em aeroportos, em shoppings ou restaurantes.
Não sei exatamente quem começou. Só suponho no meu otimismo pueril que precisa parar.

Deixe uma resposta