Pergunta boba

Se o deputado federal Walter Alves e o ex-deputado federal Henrique Alves, ambos do MDB, estão distanciados ou até rompidos, conforme relatos em parte da imprensa, por qual razão então Walter não atua para retirar os cargos de Henrique? Mas, ao invés disso, chancela os nomes dos indicados pelo primo em espaços federais?

Walter Alves disse publicamente que, se Henrique retomar o comando do MDB no RN, ele e o pai, o ex-senador Garibaldi Alves, saem do partido. A afirmação parece mais uma ação para manter distância segura do nome de Henrique e não uma articulação de afastamento ou ruptura familiar.

Deixe uma resposta