Por que o governo censura e demite funcionários por cinco segundos de imagem de Marielle na EBC

Porque lembra uma palavra chave pouco conveniente para os bolsonaristas: milícia.

A Empresa Brasileira de Comunicação é do governo.

Leia a notícia abaixo sobre censura e demissão de funcionários da EBC por meros cinco segundos de veiculação da imagem de Marielle no canal.

VÍDEO: EBC CENSUROU IMAGEM DE MARIELLE EM PROGRAMA DA TV BRASIL

Da Revista Época – Guilherme Amado

A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) censurou uma imagem de Marielle Franco em um programa da TV Brasil.

Um especial sobre Jackson do Pandeiro foi ao ar no programa Antenize, da TV Brasil, em 31 de agosto. Em seguida, foi publicado no YouTube, como de costume.

Por cinco segundos, a câmera focaliza livros de cordel, com capas em xilogravura.

Entre eles, havia o desenho da vereadora assassinada no ano passado — ao lado da figura do próprio Jackson do Pandeiro, o homenageado.

Uma semana após a veiculação, o diretor de programação da EBC, Vancarlos Alves, foi demitido, no que foi interpretado por alguns funcionários como uma retaliação ao uso da imagem da vereadora. Alves só ficou três meses no cargo.

Depois de duas semanas, no dia 23 de setembro, a TV Brasil publicou outra versão para seu canal no Youtube, agora sem a imagem de Marielle Franco. A antiga foi excluída.

No dia seguinte, a produção do programa foi informada de que o Antenize havia saído da grade. O programa segue sem ser exibido.

No horário em que era transmitido o Antenize, sábado às 21h30, a estatal veicula o Recordar é TV.

Assista ao vídeo com o antes e depois do corte.

(Por Eduardo Barretto)

Deixe uma resposta