Presidente interino da CMN trata projeto do parque tecnológico em reunião do Comcit

Presidente interino da CMN trata projeto do parque tecnológico em reunião do Comcit

O presidente interino da Câmara Municipal de Natal, vereador Sueldo Medeiros (PHS), esteve nesta quinta-feira (13) com os representantes do Conselho Municipal de Ciência e Tecnologia (Comcit) durante reunião extraordinária que teve como pauta o Parque Tecnológico de Natal.
O diretor do Instituto Metrópole Digital (IMD), ex-reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Ivonildo Rego, explicou que o Conselho vem trabalhando para a regulamentação da Lei para funcionamento do Parque Tecnológico de Natal. “Além disso, vamos mandar também para a UFRN aprovar este mesmo pleito na Universidade”, disse.
Ele ressaltou que é muito importante o debate e o envolvimento dos representantes pelo Parque Tecnológico. “É o que chamamos da economia do conhecimento”, disse.
O chefe interino do Poder Legislativo da capital disse que, após audiências e reuniões, é aguardada a sanção do projeto por parte do prefeito de Natal. “A Procuradoria-Geral do Município mandou a documentação par análise do Conselho”, informou.
Vale lembrar que o vereador Sueldo Medeiros é integrante da Comissão de Ciência e Tecnologia da Casa e também propôs, em junho deste ano, audiência pública para tratar do projeto do Parque Tecnológico de Natal, equipamento apontado, segundo ele, como trampolim para o desenvolvimento da capital potiguar.
A titular da Secretaria Municipal do Planejamento (Sempla), Glenda Dantas Ferreira, o projeto do Parque Tecnológico de Natla é “a implementação da política de inovação no município”.
O encontro contou com participação de integrantes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Rio Grande do Norte (IFRN), Fundação Norte-Rio-Grandense de Pesquisa e Cultura (Funpec), do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Secretaria Municipal de Planejamento (Sempla), de Educação (SME), de Saúde (SMS), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do RN (Fecomercio), Federação das Indústrias do RN (Fiern) e Fundação de Apoio à Pesquisa do RN (FAPERN).

Deixe uma resposta