Sentimentos mistos

Confesso que, após ver toda a comoção da imprensa em defesa da jornalista Patrícia Campos Melo da Folha, covardemente atacada pelo presidente Jair Bolsonaro, cultivo sentimentos mistos.

Por um lado, é de fato absurdo o presidente reafirmar que a jornalista trocou informação por sexo, testemunho já sabidamente falso conforme abertura das conversas entre sua fonte e a jornalista citada. Ela merece toda a solidariedade.

Por outro, não é possível deixar de notar que há muita gente por aí, agora, dizendo que Bolsonaro ultrapassou todos os limites da decência, o que é peculiar. Quando ele elogiou a tortura, ditadores, foi racista, etc, ele ainda estava dentro de algum limite?

Deixe uma resposta