Serra, Maluf e Lula

SERRA, MALUF E LULA

Como já disse aqui, penso que um senhor de 86 anos com câncer de próstata não tem mais a condição de cumprir pena em regime fechado. A punição deve obedecer a um limite de civilidade.

Porém, isto não esgota o tema. Assim como no caso de Paulo Maluf, que citei acima, é preciso debater o que faz os crimes e investigações prescreverem e/ou chegarem a um limite em que não é mais possível condenar, como é a situação, a meu ver, em que o ex-prefeito de São Paulo se encontra.

Como li no twitter, a prescrição da investigação contra o senador José Serra pedida por Raquel Dodge, certamente amparada em lei, não pode ser encarada como um problema sem autor institucional, um dado da natureza celestial. Apesar, cabe ressaltar, de ter sido assim divulgada a notícia e já desaparecida da imprensa.

Alguém prevaricou no caso de Maluf para que ele ficasse tanto anos solto ou há problemas mesmos sistêmicos que devem ser enfrentados?

Por que a investigação contra Serra prescreveu? Cabem as mesmas perguntas: alguém prevaricou? Que problemas sistêmicos levaram a tal situação?

Sem a devida responsabilização, o MP e o Judiciário transmitem uma pessima mensagem à sociedade.

O ELEITOR MÉDIO DE LULA

Tentei conversar com eleitores de Lula não diretamente militantes e é justamente isso, do meu ponto de vista, que cria uma sensação de injustiça entre eles e de apoio ao ex-presidente contra o judiciário/MP.

Como me disse uma eleitora dele: “como é que os processos dos outros andam quase parando e o dele (Lula) foi desse jeito desembestado”?

Avalio, a partir de impressões não muito acabadas, que o eleitor de Lula não duvida que ele possa ter cometido algum crime. Mas está certo que ele foi pego pra Cristo, quando comparado com os demais nomes de peso da política nacional também alcançados pelas investigações da Lava Jato, mas sem desfecho concreto.

Uma tendência, acredito, irá se agravar: uma visão negativa e politizada da justiça pelos eleitores de Lula, que, para eles, correu com o processo de Lula para tirá-lo da campanha.

Deixe uma resposta