Sobre o feroz ataque do governo contra o STF e o revés democrático

SOBRE O FEROZ ATAQUE DO GOVERNO CONTRA O STF E O REVÉS DEMOCRÁTICO

Estou impressionado com a ferocidade com que o governo tenta constranger o STF. O presidente do senado, espécie de soldado da casa civil do governo, mandou recados contra os ministros togados. Há, também no senado, assinaturas suficientes para a abertura de uma CPI do STF e do STJ. Por fim, não há como não perceber as digitais bolsonaristas na investigação da receita federal contra Gilmar Mendes. Nas redes sociais, os robôs completam o ataque.

Não deixa de existir uma certa satisfação pessoal por assistir os membros do STF, arcando com a fatura sobre um cenário que eles ajudaram a construir com suas entrevistas boçais, mudanças de entendimento repentinas e bastante ativismo.

Mas, caros, isto é política e democrática (assim esperamos, não é?). O enfraquecimento do STF não será bom neste momento em que o governo tenta aprovar um pacote anticrime, que a corte máxima brasileira já deixou claro constar diversos pontos inconstitucionais. Não sairá nada melhor de um possível contexto em que o governo venha lograr êxito em sua jornada contra as instituições do judiciário.

Deixe uma resposta