Supremas bizarrices

O voto de Carmén Lúcia, tentando ficar bem com o senado, com o cidadão sedento por punições e com o voluntarioso Edson Fachin, relator da ação sobre a questão do afastamento de parlamentares pela justiça, foi um bom momento de expressão sobre o que representa o STF hoje. Desde que endossaram o impeachment tocado por …