URGENTE – preciso de cliques e por isto utilizo a palavra URGENTE

Apesar de me considerar novo, sou do tempo em que a palavra urgente era empregada no noticiário quando uma guerra eclodia ou um presidente vinha à óbito. Nos tempos de redes sociais a coisa mudou. Sedentos por cliques, forma através da qual a receita da publicidade é adubada, os portais têm utilizado o termo para …

O “fechamento de hospitais” e o jornalismo da Tribuna do Norte

O truque mais juvenil, além de desonesto, é separar o título do conteúdo da matéria, ao fazer jornalismo. Em tempos de redes sociais, a grande maioria fica apenas na mensagem do título, esquecendo, contando com a verossimilhança da chamada principal, de averiguar o seu respectivo conteúdo. Mas nem sempre é assim. A depender dos objetivos, …