As privatizações do Temer

Carecem de legitimidade. A questão não é debater se elas são boas ou não. Isto ocorreria numa boa numa eleição ou após um governo forte ser empossado. Não é o caso de Temer. Michel Temer é um presidente moribundo sem a menor condição, sem qualquer legitimidade para tocar um programa de privatizações de tal envergadura.