Maduro ameaça prender ‘um a um’ juízes nomeados pela oposição

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou neste domingo, 23, que os 33 magistrados nomeados na sexta-feira pelo Parlamento para substituir os juízes do Tribunal Supremo de Justiça (TSJ) serão “presos um a um” e terão os bens e contas bancárias congelados. O chavista também garantiu a eleição no próximo domingo dos membros da Assembleia …