Terminal de cargas do Aeroporto de Natal tem exportação recorde de frutas

O Terminal de Cargas do Aeroporto de Natal atingiu a marca recorde de exportação de frutas em um único dia. No último domingo (12), foram enviadas à Europa no voo cargueiro semanal 84 toneladas de cargas de mamão, abacaxi, manga e melão de produtores potiguares.

Uma semana antes, no dia 5 de novembro, foi registrada a segunda maior remessa de frutas exportadas pelo Terminal, somando 81 toneladas. De todas as exportações realizadas pelo  Aeroporto de Natal, 71% correspondem a frutas.

Toda a carga exportada foi acomodada em 175 pallets estocados no porão de um Boeing 777, aeronave que comporta 10% a mais de carga quando comparado ao avião que fazia o trecho até o mês de agosto, um MD11F.  Atualmente, o avião da companhia alemã tem capacidade para até 104 toneladas e opera todos os domingos.

IMG_8328

O estado do Rio Grande do Norte é também o maior exportador nacional de peixes das espécies atum e meca, que representam cerca de 26% do volume enviado ao mercado internacional. Na última remessa, três toneladas de pescados foram enviadas a Frankfurt, na Alemanha. Atualmente as principais importações do Terminal atendem a empresas processadoras de energia eólica, a indústria têxtil potiguar, a automotiva pernambucana e institutos de pesquisa e universidades.

O Terminal de Cargas foi projetado para receber diferentes produtos. O espaço possui sete câmaras frias com capacidade de armazenamento de 1,3 mil m³. As salas de refrigeração têm diferentes temperaturas para se adequar aos mais perecíveis mercadorias. Tal diferenciação garante que os pescados sejam entregues frescos aos destinos mais distantes.

image1 (2)

Com quatro mil metros quadrados de área, o Terminal também dispõe de um curral dedicado ao manejo de cargas vivas. Em janeiro de 2015, a área foi inaugurada com a exportação de 150 bovinos ao Senegal. A partir de então, o Terminal passou a ser o único do Nordeste com estrutura para realizar esse tipo de operação.

Deixe uma resposta