Um erro

Bolsonaro venceu a eleição, gostemos ou não. O boicote do PT à posse não atentará contra o eleito apenas. É uma tentativa de deslegitimação institucional do processo competitivo, ainda que diga que não.

Respeitar o resultado é uma forma de garantir as regras do jogo. O PSDB pagou caro em 2018 por ter iniciado essa brincadeira nada engraçada em 2014.

O PT tenta se distinguir do bloco formado pelo PCdoB, PDT e PSB no âmbito da oposição com a medida. Pode funcionar? É possível. Mas a um custo institucional pesado. Um partido não é mais importante do que o aparato institucional que permitiu sua emergência, inclusive.

Deixe uma resposta