Você confiaria…

…Se fosse deputado num líder que descarta um apoiador de primeira hora, como Bolsonaro fez com Gustavo Bebbiano?

Não há qualquer comprovação que Bebbiano cometeu qualquer mal feito. Como presidente do partido, ele assina repasse de recursos para todos os candidatos do PSL do país. Se alguém faz algo de errado, não há como o presidente vir a ser responsabilizado.

Ele fora afastado por pura trapalhada e intromissão do filho de Bolsonaro chancelado pelo presidente twitteiro.

É nessa ambiência que a pergunta inicial faz sentido e o caso ameaça a formação de sua coalizão. Se Bolsonaro fez isto com um cara que o apoiou quando ninguém mais queria, imagina o que não pode fazer com um neo-amigo?

Deixe uma resposta