O calcanhar de Aquiles de Rogério Marinho

A semana se inicia com mais suspeitas de corrupção na Codevasf, a companhia do vale do São Francisco ligada ao ministério do desenvolvimento regional. Recém desincompatibilizado da pasta para disputar o senado, ela é um calcanhar de Aquiles para Rogério Marinho.

Coincidentemente, o blog, em recentes conversas com membros da classe política local, percebeu que há forte expectativa de que, com o avanço das investigações na pasta, Rogério Marinho seguirá com os holofotes negativos apontados para ele em âmbito nacional durante o ano eleitoral.

Já foram encontrados superfaturamentos nas compras de máquinas e tratores na Companhia. Agora mais uma: que uma única construtora ganhou mais de 600 milhões em licitações, competindo contra empresas de fachada que simularam falsa concorrência. As empresas de fachada estão registradas no nome de parentes do dono da construtora engefort, a vencedora. Os recursos vêm do orçamento das emendas secretas que o supremo tribunal federal mandou conceder publicidade ao orçamento e atos.

Deixe um Comentário