A novela sem fim do enrocamento de Ponta Negra

O enrocamento de Ponta Negra é uma obra de décadas já. Quando foi pensada, ainda na gestão de Carlos Eduardo Alves, não foram poucos os que avisaram – inclusive este blogueiro ao ouvir técnicos no assunto – que ela não daria certo. Que copiar o projeto de Recife não seria uma boa para nós.

Resultado: é uma intervenção sem fim, que já passou por críticas, pela caracterização de material não adequado – e mais barato do que o que foi pago – para a praia, por reformas e mais reformas. Ratos e baratas se multiplicaram nas pedras. Tudo foi dito antes da obra vir a ser executada.

Fala-se agora em mais 2 milhões para conter o avanço do mar e terminar o novo ciclo de mudanças, que iniciou em 2014.

Retórica. A escolha foi errada, os técnicos da prefeitura não foram ouvidos e o projeto foi determinado a partir do endosso do ministério público, que, pai da criança, não pode reclamar de si mesmo. Cabe reclamar para o papa, se alguém quiser ainda tocar no assunto.

Deixe um Comentário