Algo não bate nos levantamentos sobre fake news

ALGO NÃO BATE NOS LEVANTAMENTOS SOBRE FAKE NEWS

Algo que não bate nesse debate sobre fake news é que o agente receptor e transmissor da mentira é tratado como um ser passivo, uma forma de preservar sua ingenuidade e bondade. Fica parecendo que ele é um idiota que acredita em tudo que chega até ele e transmite sem qualquer filtro ou intenção individual.

Penso que o raciocínio acima é falso. Gostaria de saber a extensão das pessoas que transmitem notícias falsas, mesmo sabendo que elas são mentirosas. A visão positiva iluminusta de homem tende a não levar em consideração essa artimanha.

Conheço vários que seguem mandando fake news, ainda que alertados.

Não acredito, portanto, que 90% do eleitorado de Bolsonaro foi transmitia fake news porque acreditavam nelas, conforme levantamentos de opinião feitos durante o pleito. Não acredito que todos que repassaram a mentira de que Haddad estuprou uma menina de 11 anos, uma das muitas fake news da campanha, de fato foram enrolados.

Penso que não se pode desconsiderar a hipótese de que este militante, querendo derrotar seu oponente, acha legítimo espalhar mentiras.

Trata se de uma visão mais negativa, ativa de homem e que não tenta salvá lo de suas próprias ações. Talvez, mais realista.

Deixe um Comentário